Fique por dentro da tendência de compra de imóveis com moedas digitais

Tempo de leitura: 4 minutos

Apesar de estarmos habituados à moeda tradicional, as moedas digitais já são uma realidade em todo mundo e o mercado tem aberto espaço para as criptomoedas como forma de pagamento para produtos como comida, passagens áreas e eletrônicos. Mas, você sabe se a compra de imóveis com moedas digitais já é possível?

Por incrível que pareça imóveis podem ser negociados utilizando as moedas digitais. Para isso, basta encontrar pessoas e empresas interessadas neste negócio, o que é realmente possível, já que hoje há milhares de empresas que aceitam bitcoin no momento de pagar.

Neste post vamos explicar o que são as moedas digitais, quais são as mais comuns e como funcionam as transações com esse tipo de dinheiro para a compra de imóveis no Brasil.

Tem interesse no tema? Siga conosco e fique por dentro do assunto!

O que são e como funcionam?

Moedas digitais são usadas em transações, mas sem a necessidade de papel-moeda. No lugar delas é creditado de forma eletrônica o valor correspondente à moeda e é esse dinheiro eletrônico que permite o comércio em rede entre indivíduos e empresas em todo o mundo.

Existem mais de mil criptomoedas, mas a bitcoin é a mais famosa mundialmente. Entre as principais características estão a forma de emissão, que é feita por computadores e não pelo Banco Central, e o fato de que o valor de cada moeda varia conforme o mercado e o número de emissões realizadas.

Para ter uma dessas moedas é preciso adquiri-la ou vender produtos em troca delas. Outro ponto importante é que foi criada uma tecnologia especialmente para efetuar essas transições: a blockchain. Por meio dela, as transações são feitas de forma mais segura e evitam que erros aconteçam, como por exemplo, seu uso de forma duplicada.

Por que usar moedas digitais na compra de imóveis?

As empresas do ramo imobiliário que aceitam bitcoin para a compra ou entrada em um imóvel apostam na diversificação das opções financeiras e aproveitam da crescente popularidade da criptomoeda na internet.

A ferramenta é considerada segura e desburocratizada, já que as transações ficam registradas no sistema e não há ocorrência de fraude.

Atualmente, moedas como a bitcoin sofreram uma supervalorização e estão em alta no mercado, mas é preciso estar ciente que há riscos de desvalorização rápida.

Como é feita a compra de imóveis com bitcoins?

Em janeiro de 2018, com a moeda avaliada em cerca de R$ 36 mil, com apenas 20 bitcoins era possível comprar um apartamento padrão na região Centro-Sul de Belo Horizonte, conhecida por incluir os bairros de maior valorização imobiliária da capital mineira.

O número de moedas para a compra dependerá, no entanto, da avaliação momentânea da criptomoeda, ou seja, será preciso aguardar o balanço do mercado para fazer a melhor compra, assim como funciona com as ações na Bolsa de Valores.

Imobiliárias que aceitam essas moedas na transação costumam fazê-lo após a abertura de uma conta virtual que gera um código para o depósito das criptomoedas, e uma certa garantia das partes envolvidas na negociação. Na sequência, o bitcoin é vendido e transformado em real. Essa transação acarreta custos para a imobiliária, que precisa pagar cerca de 1% de comissão para adquirir o valor ou parte dele em real. No Brasil, porém, o Banco Central ainda não emite garantias ou certificados dessas transações.

Há empresas do ramo imobiliário, por sua vez, que aceitam a compra de imóveis com moedas digitais usando as mesmas como entrada na compra. Outras oferecem desconto de cerca de 5% para o comprador que optar por pagar com bitcoin.

A Comissão de Valores Mobiliários se posicionou sobre o tema em 2017 e esclareceu que algumas transações com moeda virtual podem estar sujeitas à Lei 6.385/76.

A sociedade vai se transformando e as formas de negócios e transações também. É indiscutível que as criptomoedas chegaram com força total em todo o mundo e são uma tendência para o mercado, incluindo a compra de imóveis com moedas digitais.

Agora que você já conheceu mais sobre a tendência de compra de imóveis com moedas digitais, assine a nossa newsletter e fique por dentro das novidades do mercado imobiliário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *