O impacto da Reforma da Previdência no mercado imobiliário

Tempo de leitura: 2 minutos

Assim como todos os outros segmentos do mercado, a aprovação da Reforma da Previdência gerará impacto direto no mercado imobiliário.

Apesar de parcela da sociedade rejeitar trechos da proposta aprovada em primeiro turno na Câmara dos Deputados, neste artigo, você vai entender por que a Reforma é vital para a melhora do setor imobiliário e da economia em geral.

A importância da Reforma da Previdência

É possível que você já tenha lido muito sobre a Reforma da Previdência proposta pelo Governo Federal — e certamente já se deparou tanto com opiniões favoráveis quanto contrárias.

O fato é que, seja por ineficiência da máquina estatal ou por corrupções, o Governo gasta mais do que arrecada. Isso faz com que o déficit público cresça descomunalmente a cada ano.

E um dos principais gastos do Estado é justamente com a Previdência Pública, a qual todo cidadão brasileiro tem direito ao cumprir determinados critérios de idade, tempo de contribuição efetiva ou casos especiais, como por motivos de saúde.

O grande porém é que, cada vez mais, a expectativa de vida da população brasileira tem se elevado enquanto a taxa de natalidade tem caído. Isso causa um desequilíbrio na balança arrecadação x gastos, em que o número de trabalhadores contribuintes fica em desvantagem com relação ao número de beneficiados pela aposentadoria.

 

Os efeitos dela no mercado imobiliário

Se a Reforma da Previdência for realmente aprovada e proporcionar a tão desejada economia do Governo Federal, a expectativa é que os juros tenderão a cair e irão estimular o investimento no Brasil.

E aí a roda da economia torna a girar, gerando novos empregos, queda do risco de investimento por parte dos empresários e maior confiança no país.

A expectativa do setor com a aprovação da reforma

Em um recente evento do mercado imobiliário, o Summit Imobiliário Brasil 2019, especialistas do segmento e representantes de entidades imobiliárias pontuaram o desempenho melhor do comércio de imóveis em 2018, com relação a 2017.

No entanto, foram taxativos de que a aprovação da Reforma da Previdência é um dos pilares fundamentais da consolidação de crescimento do setor.

Isso porque a deterioração da economia nacional deve adiar decisão de compra de imóveis por deixar as pessoas ainda mais inseguras.

Desta forma, agora é o melhor momento para uma boa compra. Afinal, o cenário pós-aprovação será muito positivo para quem espera um financiamento, a tendência é que os juros caiam.

Com a aprovação do texto base proposto em primeiro turno, a Reforma da Previdência está mais próxima e deixando os investidores esperançosos na sólida recuperação do mercado imobiliário.

Para ficar por dentro de tudo que acontece e também das oportunidades de compra imperdíveis, assine a nossa newsletter e acompanhe as novidades da Valore Imóveis sobre o mercado imobiliário e os efeitos da Reforma da Previdência nele.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *