Um perigo escondido: dicas para avaliar o encanamento de um imóvel

Tempo de leitura: 6 minutos

Está à procura de um novo imóvel? Então, é preciso fazer uma averiguação técnica detalhada para conferir o sistema hidráulico das casas e apartamentos desejados, evitando problemas e frustrações futuras no encanamento do imóvel, por exemplo.

Atualmente, existe uma enorme preocupação relacionada à falta de água e o seu mau uso em residências. Portanto, é essencial que você verifique todos os aspectos da instalação hidráulica no edifício, a fim de não contribuir com as estatísticas de desperdício.

Para ajudar você a cumprir essa missão de verificação do encanamento de um imóvel, selecionamos algumas dicas importantes. Confira!

Como investigar problemas na estrutura do prédio

Antes de tudo, é essencial verificar uma série de pontos que serão relevantes para finalizar a compra do seu apartamento. Portanto, investigue junto ao síndico ou outros moradores se existem problemas estruturais, por exemplo, relacionados à idade do prédio.

Caso o edifício já tenha passado por algumas reformas, é importante averiguar os motivos e como os problemas foram solucionados. Analise se a situação foi causada devido a problemas na infraestrutura e se funciona adequadamente — ou se será necessário passar por algum reparo no futuro.

Descubra também qual o tipo de material utilizado no encanamento ou se existe alguma falha que impeça seu bom funcionamento. Todos esses pontos são de extrema importância, uma vez que pode evitar que você tenha gastos futuros com o imóvel.

Se possível, converse com os moradores e pergunte se já passaram por algum inconveniente relacionado ao desperdício, vazamento ou abastecimento de água no prédio. Dessa maneira, você se sentirá mais seguro para realizar o investimento e terá a certeza de que está fazendo uma ótima escolha.

Evite imprevistos futuros

Escolher um imóvel é uma tarefa não tão simples assim, não é mesmo? São vários os detalhes que devem ser verificados antes de bater o martelo, como considerar o preço, tamanho, localização etc. É comum se sentir um pouco indeciso, mas saiba que o mais importante é evitar prejuízos e gastos futuros com a nova aquisição.

Como você provavelmente investirá boa parte do seu dinheiro na compra, pode ser que seu bolso não esteja preparado para lidar com eventuais imprevistos e necessidades de reformas no apartamento.

Por isso, você pode evitar algumas consequências de não analisar a estrutura do imóvel anteriormente. Se você não entende muito sobre o assunto, é essencial contar com a ajuda de um profissional especializado e que tenha experiência com falhas hidráulicas — e que certamente consegue prever e descobrir problemas que não são tão aparentes.

Caso necessite realizar uma reforma dentro da propriedade, você terá que se preocupar, por exemplo, com a conservação dos móveis e da pintura. Além disso, uma infiltração pode facilitar a proliferação de mofo e bactérias prejudiciais para a sua saúde e dos demais moradores.

Outra preocupação é em relação ao desperdício de água. Atualmente muito se fala sobre o assunto, mas é importante que você faça sua parte. Defina medidas preventivas dentro do seu imóvel e contribua também com o condomínio do prédio, avaliando possíveis problemas relacionados ao registro e vazamentos no apartamento.

Como avaliar a parte hidráulica de um imóvel

Agora que você já sabe o que fazer antes de comprar o seu apartamento em um prédio, entenda também como realizar uma avaliação precisa da situação hidráulica e evite o desperdício e o gasto excessivo com água no seu imóvel. Confira:

Verifique as paredes e tetos do imóvel

Comece pela tarefa mais fácil e confira se alguma parede ou teto apresenta:

  • áreas úmidas;
  • emboloradas;
  • com problemas como:
    • bolhas;
    • saliências;
    • trincas;
    • rachaduras.

Todos esses elementos podem indicar vazamentos e infiltrações que geralmente geram sérios problemas estruturais, caso não sejam consertados logo. Dê atenção redobrada aos seguintes cômodos e paredes que fazem divisa com eles:

  • banheiros;
  • cozinhas;
  • lavanderias.

Afira o hidrômetro

Feche todas as torneiras da casa, desligue os eletrodomésticos que utilizam água e não use o chuveiro ou descarga. Anote o número indicado pelo relógio de água e a posição do maior ponteiro.

Depois de aproximadamente 2 a 3 horas — sem utilizar água na casa — confira se o número alterou ou se o ponteiro mudou de posição. Caso isso tenha acontecido, há grandes chances de haver vazamentos no imóvel.

Verifique as torneiras

Verifique todas as torneiras e veja se elas estão funcionando corretamente, se abrem e fecham normalmente e, principalmente, se não ficam pingando.

Caso isso esteja acontecendo, basta trocar o vedante para não desperdiçar água. Pode parecer irrelevante, mas uma torneira que goteja pode desperdiçar até 46 litros de água por dia, o que equivale a aproximadamente 1.380 litros por mês.

Teste as pias e ralos

É preciso saber se as pias e os ralos dos imóveis estão escoando a água de forma adequada. Para fazer o teste, despeje um balde de água em cada pia e ralo e espere alguns segundos para ver se a água desce normalmente e não fica acumulada, indicando um possível entupimento dos canos de esgoto.

Observe os vasos sanitários

Coloque um pouco de terra, fuligem ou pó de café nas privadas e veja se há movimentação leve da água. Se o pó escorrer pelas paredes do vaso ou se movimentar, é sinal que há escoamento inadequado de água.

Avalie as calhas

Dê uma olhada se todas as calhas estão limpas e se não há entupimento ou vazamentos da água que escoa por elas. Para isso, utilize uma escada e mangueira.

Confira a caixa d’água

Também vale a pena conferir o local onde a caixa d’água está instalada para se certificar de que não há unidade ao redor dela, nem no teto dentro da casa abaixo do local onde ela fica. Caso perceba água ou bolor nesses lugares, pode ser indício de vazamento da caixa.

Se qualquer problema for encontrado no imóvel, informe à imobiliária e ao proprietário, para que o vazamento seja resolvido por profissionais especializados antes da compra e nenhuma surpresa indesejada aconteça depois que a negociação for finalizada.

Agora que você já sabe como avaliar o encanamento de um imóvel, antes de bater o martelo e comprar uma nova residência, certifique-se que ele está funcionando bem, que não há vazamentos e infiltrações e evite dores de cabeça futuras.

Gostou do conteúdo? Assine nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades sobre o assunto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *