O melhor momento para comprar imóveis é agora!

Tempo de leitura: 4 minutos

No final do 2018, publicamos 6 previsões para o mercado imobiliário em 2019 e também sobre a dificuldade para comprar imóveis que a população estava enfrentando por causa dos altos juros e incertezas do mercado financeiro.

Chegando à reta final de 2019, já podemos concluir que todas as previsões aconteceram — algumas com melhor desempenho do que as outras.

Mas, com a concretização daquelas previsões, por que este final deste ano é o melhor momento para comprar imóveis em 2019?

A economia, de fato, cresceu

Apesar de ainda ser um crescimento tímido e que não reflete em grandes mudanças no cenário econômico nacional, a economia tem apresentado sinais de recuperação.

Um destes sinais é o aumento da demanda por bens industriais de 4,3% em setembro, quando comparado com 2018, divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).

Este dado indica um aquecimento das atividades industriais, que demonstra a confiança e preparação do setor produtivo para o aumento da demanda do consumo dos brasileiros.

A inflação está controlada

Dados recém-divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15) teve um crescimento de apenas 0,09% em outubro.

Este resultado do IPCA-15, que é uma prévia do indicador oficial da inflação, comprova que os preços em geral estão estáveis, mantendo a inflação controlada.

O controle tem se dado, principalmente, pela queda do preço do grupo de Alimentos e bebidas, ainda que os produtos de Higiene pessoal tenham ficado mais caros.

O índice de desemprego está estagnado

Apesar dos mais de 12,5 milhões de desempregados, a taxa de desemprego no Brasil recuou 11,9% no final de setembro, segundo o IBGE.

Este recuo foi devido ao aumento do trabalho informal ou por conta própria, assim como pela alta do número de subocupados, profissionais que trabalham menos de 40 horas semanais.

A melhora neste aspecto ainda é lenta, apesar das reformas já aprovadas, mas o aquecimento do setor industrial indica resultados melhores para os próximos meses.

A taxa de juros está mais atrativa

Neste ano, o Comitê de Política Monetária (COPOM) do Banco Central cortou a taxa básica de juros (Selic) pela segunda vez consecutiva, chegando a 5,5% ao ano.

Este corte se deu devido ao risco de uma desaceleração da economia global, à inflação controlada e a retomada do processo de recuperação da economia brasileira.

Apesar de a Selic não ser a taxa de juros real praticada para os consumidores, ela norteia os juros cobrados pelos bancos para as transações financeiras, como o financiamento imobiliário.

Ainda há uma expectativa que a taxa básica de juros seja reduzida nos próximos meses, chegando até a 3,5% ao ano, enquanto a economia não voltar a crescer acima de 2%.

A concorrência entre os bancos facilita o financiamento

A queda da Selic para o menor patamar já registrado desde 1996 estimulou os bancos públicos e privados e reduzirem suas taxas de juros aos consumidores.

Essa competição entre os bancos fez cair os juros cobrados nos financiamentos imobiliários, com taxas variando de 7,3% ao ano a 7,99% ao ano entre as maiores instituições financeiras do país.

Recentemente, a Caixa Econômica Federal anunciou redução da taxa para os financiamentos com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos (SBPE).

Com isso, ficou ainda mais fácil de adquirir imóveis, principalmente os que se enquadram dentro do programa Minha Casa Minha Vida.

O melhor momento para comprar imóveis

Com uma expectativa mais realista para o crescimento da economia, a redução da taxa de desemprego e a competição acirrada entre os bancos, este é o melhor momento para comprar imóveis em 2019.

Não é à toa que o mercado imobiliário cresceu diante do atual cenário econômico brasileiro. Agora, as vendas de unidades habitacionais devem aumentar consideravelmente, fazendo com que o setor imobiliário se aqueça ainda mais.

Isso acontecendo, o cenário de redução do número de imóveis desocupados deve se concretizar com o crescimento da demanda, fazendo com que os bens disponíveis tenham o valor de seu metro quadrado valorizado.

Portanto, o melhor momento para comprar imóveis é agora e a Valore Imóveis pode te ajudar na escolha do seu novo endereço ou um investimento imobiliário, aproveitando a especulação imobiliária.

Entre em contato com nossa equipe e aproveite o melhor momento do ano!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *